A Escravatura – definição e características

Definição de Escravatura

A escravatura é uma prática social em que um ser humano tem direitos de propriedade sobre outro, designado por escravo, ao qual é imposta tal condição por meio da força.

Características da Escravatura ao longo das Sociedades

Em algumas sociedades, desde os tempos mais remotos, os escravos eram legalmente definidos como uma mercadoria. Os preços variavam conforme o sexo, a idade, a naturalidade e o destino, pois os que iam para as minas de ouro valiam muito mais. O dono ou comerciante pode comprar, vender, dar ou trocar por uma dívida, sem que o escravo possa exercer qualquer direito e objecção pessoal ou legal, mas isso não é regra - não era em todas as sociedades que o escravo era visto como mercadoria. Na Idade Antiga, os escravos de Esparta, os hilotas, não podiam ser vendidos, trocados ou comprados, pois eles eram propriedade do Estado Espartano, que podia conceder a proprietários o direito de uso de alguns hilotas, mas eles não eram propriedades particulares, o Estado é que detinha poder sobre eles.